Alimentação Pré-Treino – Como Bombar Treinamento

 Alimentação Pré-Treino: Um Guia Pra Bombar o Treinamento
Alimentação Pré-Treino - Como Bombar Treinamento

Alimentação Pré-Treino interferem no desempenho durante exercícios. Com a ingestão e hábitos alimentares inadequados, os resultados ficam comprometidos.

alimentação pré-treino deve conter alimentos ricos em carboidratos e proteínas, que ajudam no processo de ganho de massa muscular. Com a ingestão de carboidratos, o corpo não vai utilizar a proteína presente no músculo como sua fonte de energia, e a estrutura dos músculos ficam intactas.

Não é somente a alimentação pré-treino que influencia durante o treinamento. Os hábitos, em geral, podem também prejudicar o rendimento e os resultados demoram mais a aparecer. Comer muito antes do treino atrapalha. O mais indicado é consultar um nutricionista para indicar o cardápio mais apropriado para complementar os exercícios, mandando embora calorias e gordura, e armazenando as energias.

O adequado é que a alimentação antes do treino seja feita de 20 a 30 minutos antes do treino. O corpo precisa transportar oxigênio para os músculos realizarem os exercícios, e, se tiver comido muito, o oxigênio é desviado do estômago para os músculos. A digestão não acontece e pode ocorrer congestão, tontura e mal estar. É aconselhado fazer uma refeição leve antes do treino.

Alguns alimentos para comer antes de praticar exercícios
Alimentação Pré-Treino - Como Bombar Treinamento

O objetivo da refeição antes do treino é fazer com que o praticante não se sinta cansado e apresente um bom desempenho durante a atividade. Deve-se investir em alimentos com fontes de energia, como os carboidratos, por exemplo. Podem ser ingeridos carboidratos complexos, pois estes demoram a ser ingeridos e evitam a queda de níveis glicêmicos. A aveia é rica em fibras, libera energia lentamente, e gera uma aceleração do metabolismo. O iogurte é rico em cálcio, importante para a contração muscular. O ovo é uma proteína de alto valor, repara as fibras musculares. A clara tem zero de gordura, é albumina pura. O peito de frango é uma fonte de proteína magra, de fácil digestão e absorção rápida. Tem 0% de gordura, e baixo sódio. Além destes, na alimentação pré-treino, pode conter batata doce, açaí, arroz e pães integrais, salada de frutas, grãos – linhaça, granola, frutas e cereais. Os alimentos com Ômega 3 são indicados para a recuperação e manutenção de energia, e fornecem maior oxigenação para os músculos, aumentando a força e diminuindo a incidência de infarto ou colesterol.

Uma dica

Pós-treino…peito de frango grelhado sem óleo e temperado com meu amado curry orgânico e sal rosa do Himalaia, aipim cozido (fiz para 2 dias… já estava pronto na geladeira… aqueci junto com o frango), brócolis e berinjela assada temperada também com curry (fica pronta em até 10 minutos). No final, azeite extra virgem!

Não tiro o carboidrato à noite, pois no meu pós-treino, ele é necessário para uma boa recuperação e ganho de massa magra.

Então se você quer perder o percentual de gordura, aumentar massa magra e ter resistência, é necessário além de um bom treino, se alimentar de forma saudável e equilibrada AO LONGO DO DIA!

Exemplo, se seu treino for à tarde ou à noite, a sua alimentação pré-treino começa desde a hora que você acorda. Então se você pular seu café da manhã e/ou não comer proteína e um carboidrato complexo, além de micronutrientes (vitaminas e minerais), não adianta gastar dinheiro com suplementos como whey protein no pós-treino. O mesmo vale para um treino pela manhã… a alimentação pós-treino será até a sua última refeição do dia.

Para um treinamento completo conheça o Queima 48hs.

Leia Também: 8 dicas de alimentos que ajudam a emagrecer.

Gostou do Artigo? Comente Aqui

Comentários

1 Comentário

  1. Pingback: Alimentação Saudável e Nutritiva - Aprenda como se alimentar corretamente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *